A manhã desta sexta-feira, 9 de novembro, foi animada pelo escritor Caio Riter em mais um encontro do Autor no Palco, no Teatro Carlos Urbim. A plateia estava lotada de adolescentes de diferentes colégios que foram ouvir Riter falar sobre seus trabalhos e como se tornou um autor.

Contou também sobre alguns livros que foram importante para a sua formação como o “Cartas na Mesa”, da escritora Agatha Christie. “Um livro é como um namoro. Vai ter alguns livros que vão chamar mais a atenção de vocês, e vocês vão querer descobrir mais sobre ele”, explica. Outro livro marcante também foi o “E Não Sobrou Nenhum”, também, da autora que conta uma grande história de suspense quando um grupo chega em uma ilha misteriosa a partir do convite de um magnata. Caio contou toda a história para os alunos presentes, mas deixou o final aberto, instigando-os a procurar o livro.

 

Riter conta que, na verdade, sempre tinha pensado em ser escritor de livros “adultos”. Quando sua esposa engravidou a primeira vez, ele resolveu dar um presente especial para ela e escreveu um livro especial para ela e a filha. “Escrevi, desenhei, bem artesanal. Quando ela chegou do trabalho, viu que era um livro que só eu tinha feito. Me abraçou, me beijou e então eu pensei que era bom escrever livros para crianças”, conta. Depois uma amiga levou os livros para uma editora e a carreira começou de fato. Inclusive, direcionando sua escrita também para os adolescentes. “Gosto muito de escrever para adolescentes, e acho que é por isso q eu não deixo de ser professor: a sala de aula me dá esse contato com os adolescentes”, relata.

Texto – Rafael Gloria

Fotos – Bere Fischer

Posts Relacionados

Deixe uma resposta