Foi com uma meditação de  cinco minutos que teve início a mesa de lançamento do livro “O Ensinamento Zen de Bodidarma”, na tarde de domingo (18) no Salão de Bridge do Clube do Comércio. Esta edição tem tradução de José Fonseca, discípulo de Monja Coen, e foi publicada pela editora Bodigaya.

Principal responsável pelo Zen Budismo, Bodidarma deixou seus ensinamentos preservados em xilogravuras, provavelmente por volta dos anos 500. Ele foi o 28º ancestral de Zen  na Índia e o 1º na China, já que fez uma viagem de 5 anos entre os dois países. O Budismo já existia no país chinês, mas Bodidarma levou para lá o foco na mente. “Quem vê sua natureza é um buda. Se você não vê sua própria natureza, invocar budas, recitar sutras, fazer oferendas e manter preceitos não tem valor nenhum”, diz um dos ensinamentos.

Texto: Thaís Seganfredo
Foto: Diego Lopes

Posts Relacionados

Deixe uma resposta