O Teatro Carlos Urbim ganhou poesia e ritmo com a apresentação de Augusto Britto e os vários convidados. O autor interpretou diversas músicas instrumentais populares brasileiras, como “Lamento”, de Pixinguinha e “Só quero sossego”, de Cachimbinho. E a música aproxima as pessoas, conforme as melodias surgiam, as pessoas foram surgindo e se aglomerando para aproveitar as poesias e as canções.

As músicas foram intercaladas com poemas do livro de Augusto Britto, intitulado “Calma, já vai passar”. No palco, ele comentou que acredita que a poesia é muito mais do que as palavras, mas um como vemos o mundo também. Entre os convidados, estavam Paulinho Fagundes e Deborah Finocchiario, que leu alguns dos poemas realizados por Britto. 

 

 

Texto – Rafael Gloria

Fotos – Bere Fischer

Posts Relacionados

Deixe uma resposta