Programa socioambiental de caráter educativo, da indústria de transformação do plástico na América Latina está na Feira do Livro

A Feira do Livro de Porto Alegre está engajada no estímulo à economia circular através da reciclagem, gerando sustentabilidade econômica, social e ambiental. Desta forma abraçou, novamente, o projeto Tampinha Legal e trouxe para a área central da Praça da Alfândega um coletor de tampas plásticas para as entidades assistenciais cadastradas no programa. Com isto também dá visibilidade para o destino adequado ao resíduo plástico, cumprindo o caráter educativo do programa Tampinha Legal, alinhado também aos valores do evento.
O Tampinha Legal tem caráter educativo e propõe ações para modificar o comportamento de massa. O coletor está na Praça próximo a barraca 33.
De iniciativa privada, é uma forma que empresas, instituições, órgãos públicos e outras pessoas, físicas e jurídicas, encontraram para dar as mãos e proporcionar recursos financeiros para entidades assistenciais através de coletas de tampas plásticas. Costumamos dizer que no Tampinha Legal há muita gente legal, que busca uma nova forma de nos relacionarmos e propor sustentabilidade social, ambiental e econômica.

Posts Relacionados