Contribuir para a formação de leitores e de mediadores de leitura é o objetivo principal da programação infantojuvenil e das atividades para professores da 65ª Feira do Livro de Porto Alegre. Participam aproximadamente 80 autores, entre os dias 1º e 17 de novembro, na Praça da Alfândega.

Nesta edição, “Literatura Oral – A palavra como patrimônio” é o tema central da Área Infantil e Juvenil, que é integrada por encontros com autores, contações de histórias e espetáculos, entre outras atividades, e do ciclo A Hora do Educador. O ciclo proporcionará ao público seminários, palestras, oficinas, bate-papos e saraus.

Sob a inspiração do tema foi criada a ambientação da Tenda das Mil e Uma Histórias (diante do Memorial do RS), destinada a crianças de 0 a 6 anos. A equipe estará caracterizada como personagens das histórias de Sherazade, muitas das quais farão parte da programação, assim como histórias de livros dos autores convidados.

Outro local especialmente preparado para esta faixa etária é a Bebeteca (Espaço Cultural dos Correios), que estará ambientada com A Casa dos Três Porquinhos. Este espaço, que conta com um acervo especial, foi criado para incentivar a leitura em família. A atividade dos griôs e dos cordelistas também será mostrada na programação infantil e juvenil.

Espaços da Área Infantil e Juvenil e do ciclo A Hora do Educador:

– Teatro Carlos Urbim – Rua Cassiano Nascimento, entre o Farol Santander e o Memorial do RS)

– Auditório do Memorial do RS – 1º andar

– Biblioteca Moacyr Scliar, Bebeteca e Ateliê da Imagem – Espaço Cultural dos Correios (Av. Sepúlveda, junto à Praça da Alfândega)

– Tenda das Mil e Uma Histórias – Praça da Alfândega, em frente ao Memorial do RS

– Arena Inovação – Praça da Alfândega, junto ao Banrisul

– Estação da Acessibilidade – Praça da Alfândega, ao lado da Central de Informações

– Auditório da Livraria Paulinas – Rua dos Andradas, 1.212

Posts Relacionados